O Desenho das crianças

Um giz na mão já é uma possibilidade de expressão e nem precisa de papel, pode ser nas paredes, mesas e outras superfícies que convidam para o traço.

O desenho é a marca da criança, ele expressa seu desenvolvimento e sua identidade. Assim como nossos ancestrais deixaram suas marcas nas cavernas, as crianças passam pela infância com essa maneira peculiar de mostrar-se.

Para que possa expressar-se desta maneira, as crianças precisam de liberdade para experimentar seus traços, assim elas testam suas posturas, sua coordenação motora, a força e o espaço.

As garatujas e os rabiscos são os primeiros traços da criança que desenha, ainda que desordenadas, as garatujas são importantes manifestações de descobertas e exploração motora da criança. Para fazer seus traços a criança mexe o corpo todo, ignora os limites e pesquisa formas para preencher o papel, portanto quanto maior o espaço maior possibilidades a criança terá.

Aos poucos os traços vão ganhando formas, a criança antecipa seus movimentos e o desenho passa a ter representações, surgem figuras humanas, casas e outros elementos.

Posteriormente os desenhos vão ficando mais elaborados, vão ganhando novos elementos e tornam-se narrativas, contam histórias e momentos. Desta maneira antes de ler e escrever a criança já cria enredos, expressa sua cultura e criatividade.

Nesta fase as crianças gostam de presentear seus familiares e amigos com suas produções, basta uma pergunta para a criança sobre o desenho e através dele permeará o imaginário infantil.

Alice - Garatujas

Gustavo - Desenho da família - figuras humanas

Pedro Henrique - Passeio de carro com a mãe

Bianca - Minha turma da escola

Posts Relacionados
Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Nos siga nas redes sociais!
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Basic Square