Você está COM ou PARA a criança?



Não chorar e comer bem! Em troca destas duas ações muitos adultos desconsideram as crianças de seu próprio desenvolvimento e a todo custo querem silenciar o choro, a todo custo querem alimentar uma criança.


Você já tinha se dado conta disso? Por que choro te incomoda tanto? Por que a recusa alimentar te incomoda tanto?


Quando paramos para pensar, nos damos conta de que o desenvolvimento de uma criança vai além das vontades e expectativas de nós adultos.


Choro é comunicação, não precisa ser calado, precisa ser compreendido. Chorou coloca chupeta, chorou dá mamadeira, chorou porque caiu forra-se o chão, chorou é colocado na tela e assim vai...


Conhecer os alimentos, seus cheiros e texturas é uma rica experiência e precisa de muita repetição, mas na rotina corrida dos adultos não há tempo para isso. E se não quer comer dá mamadeira, tem medo de engasgar liquidifica o alimento, não quer sujar a casa oferece na boca, não senta-se a mesa então oferecem distrações e assim vai...


E quando nos damos conta toda rotina da casa fica em torno de preencher a criança para não chorar e para comer.


Todo dinâmica da família fica a mercê da criança que é nova nesse mundo e passa a entender que está nele para ser servida.


Você já viu isso acontecer por aí?


Considerar que o bebê é uma pessoa já muda a perspectiva desta ação. Se não fizermos com um bebê o que não faríamos com um adulto nossas ações já farão toda diferença no desenvolvimento da criança. Afinal estamos aqui COM as crianças e não PARA as crianças.


Chega de famílias estafadas e crianças dependentes, a autonomia e a participação da criança em seu próprio desenvolvimento é fundamental.


Autonomia não é apenas fazer sozinho é a competência de atuar e agir sobre a própria vida, uma habilidade que inicia na primeira infância e nos acompanha por toda vida.

Posts Relacionados
Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Nos siga nas redes sociais!
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Basic Square